Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Há um grito preso em mim. Há essa vontade de ir embora, essa sensação de tá tudo errado persistindo em meu peito, e a cada dia esse pensamento consome lentamente minha alma. Nos entregamos a luxos tão pequenos e vão nos invadindo disso que a tela de LED quer me vender através dos anúncios de tv, através das músicas e das coisas. Essa engrenagem toda, esse sistema não foi criado para me incluir. Sou reclusa ou exclusa? Essa lástima simples não é suficiente para espremer tudo o que sinto. Nada de claro sobra nessas semanas sombrias que pairam sobre mim. As presenças já não são boas. As companhias não são bem vindas. Não sei se estou triste ou apenas entediada, e nem sei se essas palavras que deslizam por meus dedos até essas teclas são minhas ou do além. Entenda que nada em mim pertence a mim. E estou tão acostumada a isso que quando percebemos o que poderia ser já passou. O tempo todo isolada em minha mente, sendo a minha mente minha alma, não estou nunca aqui. Quero fazer parte do mu…

Últimas postagens

Uma Ana.

Poesias Perdidas

O velho e o moço- Los Hermanos

Para a menina do coração azul.

I couldn't make you love me.